9 dicas para o seu negócio | parte II

Se você perdeu o blog de semana passada, comece a ler por aqui.

Para quem estava contando os minutos para ler a parte II, sua espera acabou. Vamos a segunda parte com mais dicas para você.

header post2.jpg

6 | Descubra seu público-alvo desde o princípio

Já fiz um post sobre isso no passado.

Se você alguma vez pensou em começar um negócio, a primeira pergunta que deve se fazer é: quem é meu público-alvo? Para definir sua audiência, pense e responda:
Quem eu quero atender?
Quem vai comprar meu produto?
Quem vai ler meus posts?
Quem se importa com o serviço que eu ofereço?
Para quem eu vou escrever nas mídias sociais?

Se a sua resposta é “todo mundo”, esta começando errado.

Você deve estar se perguntando “mas por que?” e a resposta é muito simples: quando você identifica seu nicho, você vira a pessoa especialista naquele segmento.

Pense no seguinte cenário: você é formada em educação física e trabalha como personal trainer. Muita gente é, e não tem nada de errado com isso.

Mas se você se posiciona como “personal trainer especializada em problemas de coluna”, quem você acha que as pessoas que têm problema lombar vão buscar quando precisarem de um profissional? O personal trainer geral entende de problemas nas costas também, mas você é ESPECIALIZADA. Entendeu a diferença?

E se você for mais além e se colocar como “personal trainer especializado em problemas de coluna para terceira idade”. Viu como fica mais fácil pensar em posts para mídias sociais, assuntos para blog, temas para seminários, etc?

Você até pode perder aquele cliente de 25 anos que está sofrendo com dor nas costas, mas vai ganhar toneladas de outros que buscam esse tipo de expertise.

7 | Use o seu tempo livre para trabalhar sua estratégia de marketing

É verdade. Assim que abrimos um negócio, ficamos com olho grudado no computador esperando aquela enxurrada de emails aparecer. Mas a dura verdade é que temos muito mais tempo livre do que gostaríamos.

Para aplacar essa ansiedade e ajudar seu negócio a crescer, use esse tempo livre para escrever no seu blog, postar nas mídias sociais e cuidar dos seus boards do Pinterest. Dessa forma você ficará ocupada, irá aumentar seus seguidores e atrair mais tráfico para seu site.

Seja qual for a estratégia de marketing que você escolha, (e definitivamente não escolha todas, selecione apenas 2 ou 3) mantenha consistência e use esse primeiro momento para focar nela.


Lembre-se: seus clientes não aparecerão se não souberem onde você está.


8 | Ofereça uma consulta inicial de graça

Não importa se você é personal trainer, arquiteta, coach, nutricionista, natural chef…uma consulta inicial sem custo para seu possível cliente é sempre uma boa ideia.

 Uma reunião inicial é sempre uma boa ideia

Uma reunião inicial é sempre uma boa ideia

Seu prospect está buscando um profissional como você. Se ele tem a oportunidade de conversar e trocar ideias, seja por FaceTime, WhatsApp, Skype ou pessoalmente, a chance de você fechar um negócio aumenta tremendamente.

O email serve perfeitamente para tocar o dia a dia de trabalho e cuidar do restante da comunicação. Mas para fechar o negócio e assinar o contrato, coloque seu melhor sorriso e bata um papo sem compromisso.


Esse contato olho no olho (mesmo que seja olho na tela) traz a segurança que seu possível cliente busca.


Não precisa ser de muito tempo não. Bastam 30 minutos para você vender seu peixe, explicar seu processo, mostrar seu diferencial, dar algumas ideias e FECHAR NEGÓCIO.

9 | Se livre do pessimismo

Eu tenho algumas conhecidas que:
- começam um negócio “para ver se vai dar certo”,
- criam um site meia-boca “de graça só para marcar presença”,
- não têm tempo com postagens nas mídias sociais e
- acreditam que “blog é perda de tempo”.
(olhos rolando para cima nesse momento enquanto escrevo essas frases)


Tudo é importante no início do seu negócio. Tudo. Até sua atitude positiva.


Se você começar um negocio já achando que ele não vai dar certo ou colocando nenhum esforço para que dê funcione, advinha o que acontecerá?

Ao invés disso, faça um branding coeso, desenvolva um website lindo de viver, escreva matérias no blog que interessem ao seu público-alvo, faça postagens consistentes nas mídias sociais, monte seu mailing list.

Enfim, seja profissional e seu sucesso virá.