Você sabe o que é aproveitamento de papel?

Se você tem uma empresa ou é um profissional liberal e precisa divulgar seu negócio contratando um designer para fazer algum material que precise ser impresso em gráfica convencional, saiba que, as vezes, por causa de um centímetro para cá ou para lá a sua produção pode encarecer muito.

A culpa disso se chama mau aproveitamento de papel.

voce-sabe-o-que-eh-aprov-papel.png

O que é isso? E como resolver esse problema?

Aproveitamento de papel é o termo usado para você tirar o melhor partido possível sem ter desperdício de papel na produção gráfica. Isso é, qual o melhor (ou melhores) formatos para aproveitar cada milímetro da sua folha na hora da impressão.


As gráficas trabalham com alguns formatos de papel, mas os dois mais populares são: 66 x 96cm e 64 x 88cm.



Se você vai começar a sua criação do nada ou se vai contratar alguém para fazer esse trabalho, conheça os tamanhos que irão render mais na hora da impressão no infográfico abaixo.

 
 

Mas não é só escolher o tamanho e pronto.

Seguem algumas dicas para você não errar:
- escolha o formato final que você quer o seu impresso,
- acrescente 0.5cm de cada lado que será a sua área de escape.
- com esse formato em mãos, procure o aproveitamento de papel que melhor se adequar ao seu trabalho.

Por exemplo, se seu trabalho é 18 x 30cm, você deve crescentar uma margem com 0.5cm de cada lado e terá 19x31cm. Com ESSE formato final em mãos, você pode olhar o infográfico e escolher o que mais se aproxime dessa medida. Nesse exemplo, a melhor opção seria imprimir o trabalho numa folha 66x96 já que você conseguirá imprimir 10 páginas por folha.

Enfim, se você quer fugir dos formatos convencionais (A4, A3, letter etc.) imprima esse quadro, para guardar e servir como consulta sempre que precisar. Com ele você pode conversar com seu designer já sabendo o que pedir para otimizar sua produção. Bom trabalho.

 

Você sabe quem é a sua audiência?

Você sabe quem te segue? Homens, mulheres, faixa etária, onde moram? 

Não seria muito mais fácil pensar em postagens e oferecer produtos e serviços diretamente para o seu público alvo?

qual-a-sua-audiencia_FB.png

É claro que o sonho de todo mundo é ser a Shell, afinal ela vende para q-u-a-l-q-u-e-r  pessoa. Mas, como o mundo não é perfeito, o segredo do sucesso se chama segmentação.

Por exemplo, se a maioria das pessoas que te segue é formada por homens de 18 a 25 anos, seu tom para conversar com eles ou vender seu produto deve mais jovial, rápido, dinâmico.

Se a maioria é formada por mulheres com mais de 40 anos o tom é outro, concorda? Uma pessoa um pouco mais velha já está re-pensando sua carreira, já quer passar mais tempo com sua família, já consome outro tipo de serviço.

Por que ficar bancando a descolada se você é uma dermatologista e sua especialidade é acabar com as rugas e tirar manchas na pele causadas pela idade?

Ou por que usar imagens tradicionais sem nenhuma intervenção gráfica se você vende para jovens?

Se você identifica seu público fica mais fácil pensar em postagens para mídias sociais, ou para textos em seu blog ou até mesmo para anúncios, exposições etc.

Agora você deve estar pensando " mas eu sou personal trainer, posso atender todo mundo". Errado. Você até pode atender todo mundo, mas tem um nicho de mercado que te segue HOJE e é para essas pessoas que você deve focar a sua comunicação.

Mas como sabemos quem nos segue? 

Temos algumas maneiras de monitorar essas informações e esses números, veja a seguir:

1 | Instagram
Se você tem uma página business no Instagram (super recomendo), você tem acesso ao insights da sua conta.

O que é isso?

É uma visão de raio X onde você sabe quantas pessoas viram seus posts, qual a faixa etária dessas pessoas, se são homens ou mulheres, de que região elas estão acessando...enfim, você consegue segmentar um pouco mais o seu marketing.

iphone.png

2 | Facebook
No Facebook também tem uma página de negócios com acesso ao insights. Isso é ótimo porque se você pensa em fazer alguma promoção por lá, pode escolher exatamente sua audiência.

De que adianta gastar dinheiro com uma promoção sem segmentar e as pessoas do Sul receberem  se sua audiência está toda no eixo Rio ou São Paulo como mostram seus números?

ipad.png

3 | Pinterest
No Pinterest tem uma área de analytics que também mostra um apanhado geral da sua conta. Vale a pena analisar esses dados para facilitar sua vida na área de comunicação e também para você não ficar dando murro em ponta de faca.

computador.png

4 | Website
No Squarespace você também tem acesso a muitos números. Afinal, ninguém faz um site só para ficar bonitinho na rede ou marcar lugar.


Website não serve para enfeitar, é uma importante ferramenta de trabalho.


No analytics do seu site você vê:
- o local dos IPs que visitam seu site (para determinar onde está seu público geograficamente),
- da onde eles vieram (link do Facebook? do Pinterest? algum site parceiro?),
- qual a página do seu site mais visitada,
- quais os horários de pico etc.


Enfim, analisando bem todas essas informações, você tem um grande raio X com todas as informações para trabalhar melhor seu público, criar produtos que atendam a sua audiência, divulgar informações que interessem a eles e criar empatia com quem realmente é importante para o seu sucesso.

Dê uma pesquisada nos seus número e defina seu público alvo. Seu negócio agradece.