Branding 'BASE' | evento de bem-estar

As meninas da BASE vieram me procurar pois tinham uma marca que gostavam muito mas não tinham um branding completo. Na verdade, elas gostavam muito do símbolo, mas o designer que fez não chegou a definir paleta de cores, elementos gráficos nem as aplicações e elas precisavam de uma identidade visual completa.

BASE é um evento que cuida da saúde como um todo, no melhor estilo mente sana in corpore sano. A base da BASE seria bem estar, alimentação saudável e espiritualidade.

O inspirational board

Pois bem, começamos do princípio com uma conversa via Skype para alinharmos o conceito que elas queriam passar, estilo gráfico e a partir daí, definir a paleta de cores através do Inspirational Board. 

inspirational board base.jpg

A marca

O símbolo já estava desenvolvido, mas não tinha uma paleta de cores e a fonte usada não tinha personalidade nem dava a modernidade que eu queria para a identidade visual desse evento.

marca base2.jpg

O branding board

Como se tratava de um evento que engloba desde comida orgânica a yoga, desenvolvi alguns ícones para criar um pattern que unisse todos os elementos com o mesmo grafismo sem ficar poluído.

Assim, o branding ganhou a personalidade que queríamos de uma maneira leve, servindo para compor o padrão gráfico da identidade visual como um todo

branding board

Aplicações

Cada projeto aqui do Al Mass tem direito a pelo menos 3 aplicações incluídas no valor do pacote, mas pode pedir quantas precisar (por um valor a combinar). Elas escolheram: template para word, cartão de visitas, assinatura de email, template para ppt e landing page (enquanto fazemos o site). 

template para word

cartão de visitas

landing page

landing page

Não temos palavras para agradecer o seu trabalho! Você conseguiu captar nossos valores e desejos e tangibilizar o nosso sonho! Abraçou a urgência, esteve lado a lado em cada passo e o resultado foi esse trabalho incrível, sensível e rico em detalhes...do jeitinho que imaginamos! Muito obrigada por tudo! Levaremos você com a gente nessa linda caminhada.
— Luciana, Karen, Manoela e Agatha

Branding 'Dueh Design' | decoração

Jacqueline, uma super design de interiores, me procurou pois precisava organizar sua carreira e achava importante ter uma identidade visual profissional e que representasse seu diferencial em relação ao mercado de trabalho.

A Jacque trabalha com energia e com feng shui. Ela não faz apenas um projeto para sua casa ficar bonita, ela também quer transformá-la num lar feliz e para isso estuda a composição de cores e posicionamento de móveis de maneira equilibrada para alcançar o resultado esperado, não só visualmente mas, também, energicamente. 

O inspirational board

Começamos a trabalhar nos conceitos e na sua paleta de cores para levar essa delicadeza e sutileza a sua identidade visual:

inspirational-board.png

A marca

Com a paleta de cores definida, enviei 3 opções de layout e ela elegeu a opção abaixo.

marca-oficial.png

O branding board

O branding board é o resumo da sua identidade visual. É onde você vai buscar elementos, fundos, fontes, ícones toda vez que sua empresa, serviço ou negócio estiver sendo divulgado, criando uma imagem coesa junto ao seu público alvo para ser facilmente reconhecido no mercado.

branding-board.png

As aplicações

Conforme explicado nos nossos valores, todo pacote de branding conta com 3 aplicações a escolha do cliente (aplicações adicionais são orçadas à parte). A Jacque escolheu cartão de visitas, assinatura de email, header para Facebook e marca d'água para Instagram. Alguns exemplos abaixo.

Cartão de visitas

Marca d'água para posts do Instagram

Você sabe o que é aproveitamento de papel?

Se você tem uma empresa ou é um profissional liberal e precisa divulgar seu negócio contratando um designer para fazer algum material que precise ser impresso em gráfica convencional, saiba que, as vezes, por causa de um centímetro para cá ou para lá a sua produção pode encarecer muito.

A culpa disso se chama mau aproveitamento de papel.

voce-sabe-o-que-eh-aprov-papel.png

O que é isso? E como resolver esse problema?

Aproveitamento de papel é o termo usado para você tirar o melhor partido possível sem ter desperdício de papel na produção gráfica. Isso é, qual o melhor (ou melhores) formatos para aproveitar cada milímetro da sua folha na hora da impressão.


As gráficas trabalham com alguns formatos de papel, mas os dois mais populares são: 66 x 96cm e 64 x 88cm.



Se você vai começar a sua criação do nada ou se vai contratar alguém para fazer esse trabalho, conheça os tamanhos que irão render mais na hora da impressão no infográfico abaixo.

 
 

Mas não é só escolher o tamanho e pronto.

Seguem algumas dicas para você não errar:
- escolha o formato final que você quer o seu impresso,
- acrescente 0.5cm de cada lado que será a sua área de escape.
- com esse formato em mãos, procure o aproveitamento de papel que melhor se adequar ao seu trabalho.

Por exemplo, se seu trabalho é 18 x 30cm, você deve crescentar uma margem com 0.5cm de cada lado e terá 19x31cm. Com ESSE formato final em mãos, você pode olhar o infográfico e escolher o que mais se aproxime dessa medida. Nesse exemplo, a melhor opção seria imprimir o trabalho numa folha 66x96 já que você conseguirá imprimir 10 páginas por folha.

Enfim, se você quer fugir dos formatos convencionais (A4, A3, letter etc.) imprima esse quadro, para guardar e servir como consulta sempre que precisar. Com ele você pode conversar com seu designer já sabendo o que pedir para otimizar sua produção. Bom trabalho.

 

Perguntas importantes que você deve fazer para contratar um webdesigner

Você ficou um tempão pensando se deveria ou não fazer um website para seu negócio. Depois que tomou a decisão de fazer, não quer perder nem mais um minuto e quer ver seu sonho se transformando em realidade o quanto antes. Certo?

Mas esse sonho pode se transformar em pesadelo num piscar de olhos se você escolher um webdesigner que não atenda as suas espectativas.

Como escolher? Como saber quem é o webdesigner correto para te ajudar nessa cruzada?

BLOG_perguntas-importantes-webdesigner.jpg

Na verdade a primeira pergunta é para você mesmo:

1 | O portfolio do webdesigner que estou escolhendo tem o meu estilo? Tem a vibe que estou buscando para meu negócio ou para minha página pessoal?

Pessoas diferentes de cada canto da cidade, estado, país ou mundo têm estilos diferentes. E não tem nada de errado com isso.

O problema aqui é você tentar transformar o estilo de um designer no seu se ele for completamente diferente. Não vai funcionar. Nem para você nem para ele.

Então, quando você for eleger seu webdesigner, tenha certeza de olhar bem o portfolio dele e se perguntar se a imagem da sua empresa ficar com aquele estilo, você ficará feliz ou não.

Muitos designers (eu incluída) selecionam seus melhores trabalhos para expor no portfolio. Então, tenha em mente que os trabalhos que ele mais gostou são os que representam melhor o seu estilo verdadeiro.

Se você amar o que estiver vendo, BINGO! Essa será a pessoa certa para você.

Portfolio  novo Al Mass Design

Portfolio novo Al Mass Design

2 | Pergunte ao seu designer como é seu processo de trabalho

A resposta dessa pergunta vai te mostrar se você está diante de um novato ou de um profissional com experiência. Designers que estão costumados a desenvolver websites, sabem seus processos  como a palma da sua mão e podem dizê-los sem floreios e explicar tintim por tintim tudo que você precisa saber.

Afinal, eles já passaram por isso várias vezes e apesar de ser um tema pouquíssimo interessante para você, poder ouvir tudo que vai acontecer com seu projeto, irá te dar um pouco mais de certeza que está fazendo a escolha certa.

Além disso, uma pessoa com um pouco mais de experiência vai saber o que está fazendo e vai poder te guiar sobre todo o trajeto, já que esse é um novo território para você, aumentando as chances de tudo sair como esperado, com prazos garantidos e sem surpresas.

3 | Pergunte se ele tem algum cliente anterior que você possa conversar

Depoimentos em site também são um bom termômetro. Sites com trabalhos lindos que não têm nenhum feedback de clientes passados devem levantar uma bandeirinha vermelha.

referencias.jpg

É super comum pedir (e checar) referências quando vamos contratar alguém para trabalhar conosco. Seja em casa, num escritório ou para desenvolver algum projeto. Fique a vontade para pedir. 

4 | Pergunte como será feita a manutenção do seu site depois que estiver no ar.

De novo, aqui não tem certo nem errado nessa resposta. Se você gosta, sabe e tem jeito para manter seu site, uma vez que ele for entregue, pode editar e adicionar informação de maneira simples, por conta própria. Para isso pergunte ao seu webdesigner se o pacote vem com tutoriais, pdfs ou alguma explicação para você ter uma noção básica do que fazer.

Se não quer essa responsabilidade para você, pergunte quanto custa para ele fazer essas alterações de tempos em tempos caso sejam necessárias. Existem muitos webdesigners que não fazem esse tipo de serviço. Isso significa que você terá que arrumar alguém para fazer. Melhor se certificar antes.

5 | Pergunte se o site é responsivo

Mas o que é um site responsivo? O site responsivo é um website que se adequa as telas de desktop, tablets e smartphones. Você não precisa ficar ampliando com seus dedos na tela do celular, por exemplo, para conseguir ler as informações.

O site automaticamente se adequa e transforma textos e fotos num tamanho de leitura que seja confortável, sem esforço, em mídias menores.

site responsivo para  LN Assessoria Pessoal . 

site responsivo para LN Assessoria Pessoal

Num mundo onde mais da metade dos usuários só vêm tudo na palma da mão, esse item é muito importante para o sucesso do seu site.

6 | E, por último, pergunte quanto tempo irá demorar o processo todo

Isso é muito importante tanto para você quanto para seu designer. Os clientes tendem a acreditar que os webdesigner são mágicos que lêem mentes e vão descobrir tudo sobre seu negócio, desenvolver fotos e criar textos. 

Muita calma nessa hora.

Seu webdesigner vai criar a sua imagem virtual. Vai traduzir em um projeto gráfico o conceito que a sua empresa está buscando para atingir o público certo para você. Para isso você precisa providenciar imagens e textos.

É claro que ele pode te ajudar a encontrar imagens em bancos de imagens (de graça ou pagos), e indicar um fotógrafo ou redator para fazer seus textos (se você preferir), mas esses custos não fazem parte do pacote e são terceirizados. E, mais importante de tudo, seu website não ficará pronto sem eles.

quano-tempo-.jpg

Converse com seu designer para saber o que ele precisa e como precisa. O ideal é ele fazer um briefing com o fotógrafo em questão (caso você vá contratar um) para fazer as fotos certas e você não perder tempo nem dinheiro com imagens que não vão servir.

Depois que você tiver todo o conteúdo na mão, pergunte quanto tempo ele irá demorar para criar seu site. Isso não é do dia para noite (se for, desconfie), mas também não precisa demorar meses para ser concluído. Eu, por exemplo, em 2 semanas entrego tudo pronto. Veja sobre meus prazos e valores aqui.

Inclusive tenho um passo a passo que escrevi há algumas semanas sobre o que você precisa para criar um website que pode te ajudar nessa organização.


Enfim, espero te ajudar a escolher o melhor profissional para você. Qualquer dúvida ou pergunta sobre o site para o seu negócio ou sua página pessoal, entre em contato comigo.