Coisas que gostaria de saber quando comecei a escrever um blog

Apesar de eu já estar no mercado há muito tempo, o Al Mass Design tem pouco menos de um ano de vida. Nesse período eu aprendi muito e teria sido mais fácil se eu soubesse de algumas coisas. Hoje vou escrever sobre o que eu adoraria saber quando comecei a escrever regularmente meu blog.

1 | Escrever demora

Em média, me toma umas boas 2 ou 3 horas para preparar as ideias e escrever um único post. Adicione a isso um tempo extra para revisão, criação de gráficos ou imagens (para ilustrar o post), diagramação (para não ficar muito monótono), preparação da divulgação nas redes sociais e você verá que o post não caiu do céu e demandou bastante esforço para sair como publicado.

2 | Não publicar só por publicar

Quando eu estava montando o Al Mass, li muito, participei de vários webinars e workshops sobre como trazer fluxo de visitas para meu site. E o que todos falam é: escreva um blog (com material interessante) para atrair leitores, clientes e, consequentemente, aumentar a visitação ao site.

O ideal seria escrever quase que um post por dia, mas tenho que dizer que é um objetivo difícil de se alcançar com todos os outros afazeres que o studio tem. E mais importante que tudo: o conteúdo tem que ter qualidade, não há nada mais errado do que postar por postar. O objetivo principal, que era de trazer mais visitantes para o site, nunca será alcançado se os temas do blog forem desinteressantes.

3 | Oferecer algo diferente

Este é um item super importante. Se você está disposto a começar um blog sobre algo que todo mundo já fala e conhece, melhor reconsiderar. Não gaste seu tempo escrevendo algo que todo mundo já escreve.

Pense numa ideia original, num público específico para poder se destacar da concorrência e criar um público fiel.

4 | As possibilidades são infinitas

Escrever abre portas para parcerias, oportunidades de negócio, networking, publicidade, lançamento de produtos, workshops...pode escolher! As possibilidades são realmente infinitas.

Quando comecei a escrever, estava morando em Dubai e busquei ajuda para pequenos negócios no Brasil. Blogs de designers que já estavam no mercado há algum tempo para me posicionar quanto a prazos, preços, plataformas de trabalho via internet etc. Não achei nada! Toda minha fonte de informação vem de prática pessoal, blogs, webinars e literatura internacional. Por isso comecei a escrever. Para que o público brasileiro pudesse ter acesso a essas dicas e informações em português.